Translate

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Acesso remoto a sistema desenvolvidos em CLIPPER (plataforma Windows 16 bits)

Para a próxima feira de jóias de Limeira, precisei bolar uma forma de acessar remotamente um programa em clipper (DOS) com a necessidade de imprimir localmente.
Como no DOS não é possível (com qualidade e velocidade), apelei para o nosso querido amigo Linux... através do DOSEMU e o FreeDOS (veja na bibliografia), emulei o ambiente DOS e rodei o sistema em uma máquina virtual Ubuntu.
Para tonar o acesso remoto/impressão mais confiável e fácil, fiz uma VPN através do Hamachi:

http://rairo.wordpress.com/2009/01/16/ubuntu-instalando-o-hamachi-vpn/

Removi a solicitação de senha para executar comando como root (sudo), não é recomendável mas o objetivo do projeto é torná-lo o mais fácil possível para os usuários acostumados com Windows:
http://www.vivaolinux.com.br/topico/vivaolinux/Permissao-12
Consegui desta forma auto iniciar o hamachi-gui como root no início da sessão no servidor e no cliente (menu sistema > preferências > aplicativos de sessão).

Para que o acesso remoto pudesse imprimir através do computador cliente e não do servidor:
Instalei uma impressora no computador cliente e configurei o CUPS (http://localhost:631/ ou menu sistema > administração > impressão) para compartilhar a impressora (ativei também a opção de compartilhar via internet - ipp). No servidor, busquei a impressora do cliente através do IP da VPN do Hamachi; instalei, e imprimi corretamente.

Para facilitar mais ainda procedimento do usuário:
iniciar a sessão do usuário no Ubuntu automaticamente (menu sistema > administração > tela de login);
criei um script para conectar via SSH ao IP da VPN automaticamente ao iniciar a sessão no Ubuntu 
Exemplo:

#!/bin/bash
ssh usuário@IP_VPN

...coloquei-o no autostart (menu sistema > preferêcias >aplicativos de sessão);
para que não seja solicitada senha para conectar via SSH: http://papogeek.wordpress.com/2008/05/13/login-ssh-sem-senha/;
para que após o acesso ao servidor via SSH o DOSEMU inicie automaticamente, na pasta do usuário (/home/usuário) no servidor, localizei o arquivo ".bashrc" e adicionei na ultima linha o comando "sudo dosemu";
dentro do DOSEMU, editei o arquivo autoexec.bat para executar automaticamente o sistema ao iniciar.

Dica: na configuração do dosemu.conf, a nossa codificação latina para escrita é "cp850".

Se não me esqueci de nada, está pronto! Uma semana de trabalho.

Em suma: consigo acessar remotamente através de SSH um sistema em Clipper (DOS) e ao imprimir, o servidor encaminha a impressão para o computador cliente e assim não é impresso na impressora padrão do servidor. Este processo utiliza pouca banda e é tolerável a variações do link de internet.


Referência Bibliográfica
SILVA, João Almeida. " Implantação de acesso remoto de sistema legado em Clipper sobre Linux". Disponível em <http://www.ginux.ufla.br/node/128>. Acessado em 15/06/2010